segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

37 ANOS

No passado Sábado, comemorou-se o 37º Aniversário do Moita-Rugby Clube da Bairrada. Trinta e sete anos a jogar e a divulgar o Rugby, é já um um espaço de tempo respeitável, e ainda mais respeitável quando este nosso clube tem sede numa aldeia do Concelho de Anadia. Longe dos grandes centros urbanos, sem grandes locais de recrutamento de atletas, não é tarefa fácil manter em actividade o Moita-Rugby Clube da Bairrada.
Na presente época tem inscritos na FPR 133 atletas, que se distribuem das camadas jovens, aos seniores masculinos e femeninos ( os veteranos não são inscritos na Federação). Na época anterior, 2010-2011, a equipa femenina conquistou o Campeonato Nacional da 2ª Divisão.

As comemorações, além do jantar, com o inevitável leitão, incluiram um jogo de Veteranos: Bairrada-CDUP, uma boa preparação para a bem regada refeição que se seguiu.
As fotos são da autoria do meu amigo Miguel Vareta, estava inoperacional para jogar, veterano do CDUP, e, tal como eu, veterano da Guiné.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

CONHECIMENTO NO QUARTEL DA ATALAIA

É verdade, conheci Igrejas Caeiro no Quartel da Atalaia em Tavira, onde funcionara, durante décadas, o CISMI ( Centro de Instrução de Sargentos Milicianos de Infantaria ).
Igrejas Caeiro frequentou, em 1939, o primeiro Curso de Sargentos Milicianos que aconteceu naquela unidade militar. O meu pai também.
Em 1989, Igrejas Caeiro, com uma grande trabalheira, resolveu comemorar os Cinquenta Anos da incorporação, contactando, por via postal, todos os Instruendos daquele 1º curso do CISMI. O meu pai,mal recebeu a carta, confirmou que participava no Encontro, que se ía realizar naquele quartel de Tavira. Realizou-se em Outubro de 1989.
Eram umas dezenas de Antigos Instruendos, a maior parte acompanhado pelas Mulheres e outros familiares. A minha mãe também foi.
Naqueles dois dias, apercebi-me, que aqueles Sargentos Milicianos,formados no 1º Curso de 1939, tinham rejuvenescido, via-se alegria ao recordarem as peripécias da recruta.
Foi uma grande confraternização. Foi uma grande ideia nascida na cabeça do Igrejas Caeiro. Além de grande comunicador, era um grande Senhor.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

BUROCRACIA E SEM BUROCRACIA

Só no ano lectivo de 2010/2011, resolvi, após insistências familiares, pedir isenção de proprinas, a que tenho direito, para a minha filha. Fiz o requerimento ao Arquivo Geral do Exército que me enviou o documento que foi entregue na  Escola frequentada pela Maria Luís, nome da minha descendente. Poupei, e teria poupado em anos anteriores, não fora casmurrice, cerca de mil euros, valor apreciável.
Há uma semana, telefonou-me a Maria, dizendo-me que a Escola pedia um novo documento, passado pelo AGE, igual ao do ano anterior (!?) e que enviara por mail, para aquele departamento militar, um comprovativo escolar. No dia seguinte, fiz um novo requerimento, enviado por via postal, a solicitar a isenção. Também nesse dia, a minha filha telefonou para  o AGE, e informaram-lhe: já tinham, do ano anterior, o meu requerimento, não era necessário outro, bastava o comprovativo da Escola que tinham recebido por mail, iriam enviar, por fax, o documento de isenção. E enviaram.

-Na Escola não serviu o documento que tinham do ano anterior. Exceptuando a data, quiseram outro de igual teor.
-No Arquivo Geral do Exército, o meu requerimento continuava válido.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O PUBLICITADO DADOR

O ministro Mota Soares, foi dar sangue...não sei se a deslocação foi de scooter, ou na bomba automóvel do Ministério.
Merece a música abaixo

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

SUPREMACIA

Não tenho simpatia pelos oligarcas angolanos, mas este Martin Schulz
é um defensor da supremacia ariana!!!
Um racista!!!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

sábado, 4 de fevereiro de 2012

DATAS E FERIADOS

O estrangeirado Álvaro, de seu nome, por acaso, Ministro da Economia, resolveu acabar com quatro Feriados. Diz que para aumentar a produtividade, e a UGT concordou. Julgo ser uma falácia, e deveria continuar como até aqui, digo eu.
Agora, apareceu o Presidente da Associação de Sargentos, reclamando sobre a anulação do Feriado do 5 de Outubro, data que comemora a Implantação da República. Reclama bem !!! Mas porquê não falar no 1º de Dezembro ? Abstraindo as conotações negativas que lhe foram "coladas" durante a Ditadura, e também já na vigência da Democracia, considero aquela data uma das mais importantes da nossa História-Restauração da Independência, Libertação do jugo Castelhano. Que os tipos, chamados de "Governantes" queiram mandar para o caixote de lixo da história aquela data, compreendo...eles vendem o País a pataco, vendem a Soberania, a Independência Nacional. Portugal nada representa para os "capangas" da Merkel e do Sarkozy.
Esperava, que um elemento das Forças Armadas, último garante da Independência Nacional, não esquecesse
a data da Libertação Nacional da opressão filipina. Não se podem esquecer datas por preconceito ideológico!!!
Sou republicano, nada tenho de monárquico, mas sei que em 5 de Outubro, aconteceram dois momentos marcantes da nossa História. Em 5 de Outubro de 1143, foi assinado o Tratado de Zamora, por D. Afonso Henriques e Afonso VII,de Leão e Castela, que conferiu a Independência a Portugal, e no mesmo dia, em 1910, nascia a República.
Estou reformado, mas penso que todas as datas que eram Feriados, até à ascensão desta camarilha governamental, deveriam continuar a sê-lo. Não se apague a História a mando de opressores estrangeiros!!!